Quem nunca teve uma crise na dimensão da fé? Há momentos em que sentimos profunda dificuldade em confiar plenamente no Deus Todo-Poderoso, pois não ouvimos sua voz, não temos respostas às nossas orações, não encontramos ânimo para adorar. Ler a Bíblia? Nem pensar. Passamos a ter uma apatia pela igreja, sem sentir vontade de viver em comunhão com os salvos. Olhamos em volta e passamos a nutrir no coração o desejo desfrutar de coisas oferecidas pelo mundo, achando que estamos perdendo o nosso valioso tempo na vida cristã.

Quem nunca pensou em desistir de seguir a Cristo? São tantas dificuldades, perseguições, críticas e uma série de situações jamais imaginadas. Somos lembrados constantemente de que: “No mundo teremos aflições”; “Quem deseja viver piamente em Cristo sofrerá perseguições”; “A porta é estreita, devendo haver sempre a dimensão da renúncia”. E nestes momentos ficamos a nos indagar acerca de sermos em Cristo Jesus muito mais do que vitoriosos.

Quem nunca duvidou do poder e do amor de Deus? Enfrentamos crises terríveis, tendo dores na alma, fruto de palavras infelizes que os outros pronunciaram, rejeição, falta de amor e aceitabilidade, incompreensão para com o nosso mundo interior. Temos problemas nos relacionamentos. Faltam recursos financeiros. Na família vemos desunião, doenças, silêncio, agressões e toda uma série de fatos profundamente degradantes. Parece que estamos num grande e intransponível deserto.

Quem nunca pensou em jogar tudo pra cima? A pressão é tão grande que parece que vamos enlouquecer. As cobranças são intermináveis. Somos tratados como máquinas, na perspectiva de estarmos sempre produzindo. Desejamos o reconhecimento por aquilo que somos. Porém, a cada dia cobram mais desempenho. O fardo está se tornando pesado demais. Clamamos por alívio, ajuda e compreensão, pois do contrário, morreremos em pouco tempo.

Quem nunca se sentiu impulsionado a viver somente para a glória de Deus? Temos suplicado ao Senhor que nos ajude a caminhar por fé, dependendo Dele em todos os momentos, amando-O acima de todas as coisas, adorando, servindo, rejeitando as ofertas do mundo, buscando em primeiro lugar o seu reino, falando do amor de Cristo, e, testemunhando da esperança da vida eterna. Temos sido tomados pela alegria do Espírito Santo que nos unge, capacita, ensina e consola abundantemente.

Quem nunca sentiu aversão aos pecados cometidos, sabendo que os mesmos entristeceram o coração amoroso de Deus? Vivemos uma constante luta entre o espírito e a carne. Por isso, devemos fortalecer o homem interior, a fim de que os nossos atos manifestem o bom perfume de Jesus, ratificando a incontestável fundamentação de que sabemos em quem temos crido e nada pode nos separar de seu amor mais do que abundante. Vale a pena sermos fieis a Deus, mesmo em face dos altos e baixos da vida cristã.

Pr. Doronézio Pedro de Andrade

Pastor da PibVitória